sábado, 2 de setembro de 2017

Na contra capa | Reading list - Setembro



Se leram o "Sobre mim" do blog, conhecem o meu amor desmedido por livros, amor esse que acaba por  ser negligenciado pelas piores razões. Stress, falta de tempo... podia dar mil e uma desculpas, a verdade é que se deve a uma tremenda falta de organização e descuido comigo mesma. Admito, quando as aulas começam acabo por me esquecer que preciso de arranjar tempo, não para o próximo trabalho de casa, mas para fazer aquilo que me deixa realmente feliz, seja isso escrever, pintar ou passar horas a devorar uma boa história.
Este ano quero por um ponto final a este mau hábito que criei, ser mais organizada e continuar com a reading flow que criei em Agosto (um excelente mês para a minha estante). Nesta nota, decidi que deveria partilhar convosco os livros que planeio ler este mês, até porque poderão esperar uma ou duas reviews das histórias que me vão acompanhar.




"Romeu e Julieta" - William Shakespeare
Shakespeare não precisa de qualquer tipo de apresentação e tem vindo a suscitar-me curiosidade desde que me lembro. Quando estava a organizar a minha lista de leitura e pousei um olhar atento sobre a estante da sala, encontrei um exemplar duma das suas obras mais famosas. Não fazia a mínima ideia que o tinha. Podem imaginar o meu entusiasmo quando o vi, escondido a um canto a gritar que o lê-se. 

Depois de ler "As Aventuras de Sherlock Holmes", procurei desesperadamente por mais livros de Doyle. As novas adaptações literárias, histórias e historinhas escritas pelo Senhor ali da esquina, não me satisfazem, pelo que já estava decida em investir nos Romances do autor. Sempre tive um grande amor pelo detetive britânico por isso, melhor do que descobrir "Romeu e Julieta", foi descobrir este livro de contos. 

"O Ano da Morte de Ricardo Reis" - José Saramago
Nesta obra, José Saramago trás Ricardo Reis (heterónimo de Fernando Pessoa) de volta a Portugal, após dezassete anos fora. Reinventa a sua história e fá-lo testemunhar os acontecimentos sombrios que encaminham Portugal para o fascismo. 
O "Memorial do Convento" foi substituído como leitura obrigatória de Português do 12º ano, dando lugar a' "O Ano da Morte de Ricardo Reis". Quero ler este livro atempadamente e afastar-me do facto de ser uma "obrigação".  Pelos excertos que vi parece-me ser interessante e diferente de tudo aquilo que alguma vez li, o que o torna um desafio.  

"As Vantagens de ser Invisível" -  Stephen Chbosky
"The Perks of Being a Wallflower" (título original), ganhou uma adaptação para cinema em 2012, conquistando um lugar de destaque na minha lista de filmes preferidos.  Conta-nos a história de Charlie, um caloiro no liceu, com a sua quota parte de bagagem emocional. A história capta na perfeição o rebuliço de sentimentos que uma só pessoa pode sentir, tornando este filme um abre olhos não só para a nossa vida, mas também para a das pessoas à nossa volta.
Escusado será dizer que, depois de me apaixonar pelo filme, quis fazer o mesmo pelo livro. Ocupou a minha lista de compras durante demasiado tempo mas finalmente tenho-o na minha estante, pronto para me deixar boquiaberta (ou assim espero). Podem ter a certeza que há-de chegar uma review aqui ao blog. 

Setembro é um mês de adaptação, de novas rotinas e objetivos, por isso não quis ser demasiado ambiciosa com esta lista. Em Outubro, veremos se consegui cumprir, ou não o objetivo e quais são os meus novos planos.
E vocês? Já leram algum destes livros? O que planeiam ler este mês?


11 comentários:

  1. Respostas
    1. Pode ser que as minhas reviews te deixem curiosa!

      Eliminar
  2. Ainda não li nenhum dos livros, mas gostava muito de ler "O Ano da Morte de Ricardo Reis" e as "As Vantagens de ser Invisível", este ultimo eu já vi a adaptação e esta incrível. Talvez seja uma das minhas próximas leituras :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há imenso tempo que o quero ler, o filme está espetacular! Estou curiosa com a profundidade que o livro terá.
      Espero que fiques por cá para ver as reviews de ambos os livros

      Eliminar
  3. Ainda não li nenhum dos livros que referiste, mas tenho imensa curiosidade em relação ao «As vantagens de ser invisível»!
    Comecei o mês com a leitura de «Por Treze Razões», depois tenciono ler «Enquanto Acreditar em Ti», «Equador», «O livro das mil e uma noites» (os volumes que sairam com o expresso) e os do Harry Potter (tenho 3 há anos e nunca os li). Não sei se conseguirei lê-los a todos neste mês, mas vou tentar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde pequena que sou fã de Harry Potter e sempre tive os livros na estante por haverem mais fãs cá em casa. Quando peguei nos livros devorei os sete num mês. É, sem dúvida alguma, a minha saga favorita. Tenho a certeza que não os vais conseguir pousar.
      Estou curiosa com o "Por Treze Razões", vi a série e mereceu toda a hype que teve. Gostava de ver as diferenças que existem entre o livro e a adaptação.
      Estou ansiosa para começar ler "As Vantagens de ser Invisível", hei-de escrever a review para te alimentar ainda mais a curiosidade. Caso ainda não tenhas visto o filme, é uma excelente aposta.
      Boas leituras!

      Eliminar
    2. Acabei hoje «Por Treze Razões» e fiquei desejosa por ver a série! Acho que as cassetes têm outro impacto ouvidas. Além de que também podemos ver as reações.
      Quanto ao filme «As vantagens de ser invisível», só vi algumas cenas, que me deixaram bastante curiosa. Vou esperar pela review do livro :)

      Ai, que maravilha! Adoro *.*
      Que saudades de ir à Ericeira!

      Eliminar
    3. Achei a série muito bem conseguida e o cast (com talento aos montes) transmite-nos as emoções dos personagens de forma fantástica. Sei que a adaptação tem ligeiras alterações, com o propósito de vincar mais a mensagem e de mostrar a verdadeira face do suicídio

      Eliminar
  4. Eu era para ter lido "As Vantagens de ser Invisível" na altura em que o filme foi lançado, mas acabei por ver apenas a adaptação! :P

    ResponderEliminar
  5. O que achaste do filme? Como disse, é um dos meus filmes preferidos, mas conheço quem o tenha achado "mais um filme".
    Quanto ao livro, vamos ver se te volto a despertar a curiosidade! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, eu na altura gostei. Não achei assim nada de especial, mas gostei! A história é diferente e a banda sonora também é boa, se bem que agora já só me lembro que aparece a música do David Bowie. :P

      Eliminar